FANDOM


Bolodatia
Esta página ainda não está pronta.
Se você quiser nos ajudar a crescer esta página, basta clicar no botão "editar" no topo desta página e expandir este artigo.


SACI2012

Fabricio-boliveira-saci

40283 ga

Saci
Informação de Fundo
Filmes
Programas de Televisão Sítio do Picapau Amarelo (2001)
Sítio do Picapau Amarelo (série animada)
Video-Games
Interpretado por
Voz
Inspiração
Informação da Personagem
Nome Completo Saci-Pererê
Outros nomes
Personalidade Travesso, Sapeca, Astuto e Brincalhão
Aparência Garoto negro, possui apenas uma perna, usa um gorro vermelho e (as vezes) está com um cachimbo na boca.
Aniversário
Ocupação Ajudante da Cuca (Sítio do Picapau Amarelo (2001))
Protetor da Floresta próxima ao Sítio do Picapau Amarelo[1]
Afiliações
Objetivo
Casa Floresta da Flor da Samambaia, próxima ao Sítio do Picapau Amarelo
Família
Animais de Estimação
Amigos Turma do Sítio, Amigos do Saci[2]
Inimigos Cuca, Tio Barnabé
Gosta De brincar, De pregar peças
Não Gosta Ser colocado dentro de uma garrafa
Poderes e Habilidades Super-rápido gerando um redemoinho
Armas Redemoinho
Destino
Citações
Este artigo tende a ser mais destinado ao personagem Saci do Sítio do Picapau Amarelo, do que a suas lendas e mitos do folclore.

O Saci (oriundo do termo tupi sa'si), (também conhecido como Saci-Pererê, Saci-Cererê, Matimpererê , Matita Perê, Saci-Saçurá e Saci-Trique,) é um personagem bastante conhecido do folclore brasileiro. Tem sua origem presumida entre os indígenas da Região das Missões, no Sul do país, de onde teria se espalhado por todo o território brasileiro. O Saci foi adaptado as histórias do Sítio do Picapau Amarelo pelo escritor Monteiro Lobato.

AparênciaEditar

O saci é um negro jovem de uma só perna, portador de uma carapuça sobre a cabeça que lhe concede poderes mágicos. Sobre este último caractere, é de notar-se que, já na mitologia romana, registrava Petrônio, no Satiricon, que o píleo conferia poderes ao íncubo e recompensas a quem o capturasse.

Considerado uma figura brincalhona, que se diverte com os animais e pessoas, fazendo pequenas travessuras que criam dificuldades domésticas, ou assustando viajantes noturnos com seus assovios – bastante agudos e impossíveis de serem localizados. Assim é que faz tranças nos cabelos dos animais, depois de deixá-los cansados com correrias; atrapalha o trabalho das cozinheiras, fazendo-as queimar as comidas, ou ainda, colocando sal nos recipientes de açúcar ou vice-versa; ou aos viajantes se perderem nas estradas.

OrigemEditar

O primeiro escritor a se voltar para a figura do saci-pererê foi Monteiro Lobato, que realizou uma pesquisa entre os leitores do jornal O Estado de S. Paulo. Com o título de "Mitologia Brasílica – Inquérito sobre o Saci-Pererê", Lobato colheu respostas dos leitores do jornal que narravam as versões do mito, no ano de 1917. O resultado foi a publicação, no ano seguinte, da obra O Saci-Pererê: resultado de um inquérito, primeiro livro do escritor.

Mais tarde, em 1921, o autor voltaria a recorrer ao personagem, no livro O Saci, seu segundo trabalho dedicado à literatura infantil.

Cinema e TVEditar

O primeiro ator a representar o papel foi Paulo Matozinho, no filme O Saci, adaptado do livro infantil de Lobato. A produção de 1951 da Brasiliense Filmes foi dirigida por Rodolfo Nanni .

O famoso cantor Jorge Ben Jor também encarnou o saci no especial Pirlimpimpim, de 1982. Em Pirlimpimpim 2, de 1984, foi a vez de Genivaldo dos Santos vestir a carapuça.

Na televisão, as séries do Sítio do Picapau Amarelo (que adptaram as obras de Monteiro Lobato) tiveram: em 1977 Romeu Evaristo interpretando o personagem, na série de 2001 teve Izak Dahora, que depois da reforma geral na série em 2007, foi subistituido por Fabrício Boliveira.

E na série animada de 2012 tivemos Fernanda Bock dublando o Saci.

AtoresEditar

ApariçõesEditar

Sítio do Picapau Amarelo (2001)Editar

Sítio do Picapau Amarelo (série animada)Editar

TriviaEditar

  • O saci é mascote do time gaúcho de futebol Sport Club Internacional.
  • Em 2005, foi instituído o Dia do Saci no Brasil, comemorado no dia 31 de outubro, a fim de restaurar as figuras do folclore brasileiro, em contraposição a influências folclóricas estrangeiras, como o Dia das Bruxas.

ReferênciasEditar

  1. O Protetor da Floresta
  2. O Melhor Lugar do Mundo

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.